30 setembro 2014

O melhor do meu dia...

Mosaico de imagens de mais uma caminhada com o Spyke.

A tarde estava agradável, a ria de Alvor estava mais concorrida do que o habitual, é daqueles lugares que não me canso de ir porque nunca é igual.

A maré estava vazia, optimo para o meu amiguinho 4 patas correr que nem um louco num espaço que parece não ter fim, estava nas nuvens de alegria, correu, correu, cumprimentou toda a gente que pescava, toda a gente que passeava, é um cão simpático, adora elogios e festinhas, coisas de cão...não há nada a fazer! 

Explora a área circundante, desaparece e aparece, já não entro em stress porque ele apercebe-se  e ainda faz pior.

Fui presenteada com a presença duma colónia de Flamingos e com um pouco de sorte a luz ficou no ponto com presença pontual de pequenas nuvens. Adoro flamingos, é relaxante observar os seus movimentos, transmitem boas energias!

É de boas energias que precisamos, venham elas!


23 setembro 2014

Tutorial - Ponto V em croché


Este ponto é um ponto antigo usado nas mantinhas de bebé, deixo o tutorial para quem quiser fazer, é muito simples e viciante, parece que estamos a fazer tricot com a técnica do croché!

1. > faça uma corrente com o tamanho desejado (para a manta multicolorida fiz 145 cm)

2. > 3 malhas para levantar + 3 para avançar, laçar a agulha e faça um meio ponto alto apanhando a 7ª malha

3. > faça 1 malha de corrente, laçar a agulha e faça um meio ponto alto (este ponto é mais pequeno do que o ponto alto, faz-se em 2 vezes, temos a malha na agulha,laçar a agulha, apanhar o trabalho > ficamos com 3 malhas na agulha, laçar > ficamos com 4 >apanhar 2 malhas, laçar e apanhar as restantes 2 malhas). 

4.5.6.7. > repetir deixando 3 malhas de intervalo, terminar a carreira com 1 meio ponto alto

8. > mude a cor, deixe uma ponta de 10 cm ou mais para rematar, vire o trabalho (faz-se em carreiras de  ida e volta)

9. > faça 3 malhas de corrente para subir

10. 11. 12. > um meio ponto alto apanhando por dentro, no meio dos pontos da última carreira, uma malha de corrente, um meio ponto alto e repetir até ao final da carreira


Nesta manta estou a usar 17 cores, vou repetir a sequência e tentar criar um padrão, a agulha é o nº4, o fio é em acrílico 100%.
Experimentem este ponto que vão gostar, muito fácil... uma optima ideia para aproveitamento de sobras de lãs!

21 setembro 2014

Home Sweet Home...

Levantei-me cedo e fui à feira das velharias, levei pouco dinheiro na carteira para não trazer tralhas desnecessárias, quase sempre encontro algo que gostaria de comprar.

Bem... eu nem queria acreditar, assim que cheguei, logo na primeira rua vi esta mala de viagem antiga em cabedal com um papel em cima, nele estava escrito: mala 1€

Perguntei o preço para confirmar, quando paguei até me senti mal por pagar tão pouco por esta relíquia, está em muito bom estado, foi vendida só mesmo para desocupar, por falta de espaço, porque o peso que ela tem, levá-la para a feira e vendê-la a este preço não justifica o trabalho!

O Spyke adorou a mala, deitou-se dentro dela, o tamanho é o ideal para uma caminha para ele mas, para já vai servir para arrumação de lãs e afins mais tarde logo se vê. 

Ontem o dono não resistiu e trouxe com ele estes dois livros a preço de saldo! 

 

20 setembro 2014

16 setembro 2014

O melhor do meu dia...

Alvor ao final do dia parecia uma pintura, uma aguarela...

Fico triste quando há quem venha passar férias no Algarve e diz que o Algarve é desinteressante, feio só temos mar e sol.

Eu adoro o Algarve, tenho o privilégio de viver a poucos kms deste sítio maravilhoso, a ria de Alvor é mágica, um dos lugares mais fotografados no Algarve. 

Eu e o Spyke adoramos estas caminhadas, respirar ar puro da natureza, ir até à praia, ou à ria, contemplar a paisagem,  um luxo só para alguns.   












13 setembro 2014

Sweet things...

Adivinham o que contém esta caixa??? Não, não é um estojo de agulhas de tricot, também podia ser... é algo especialmente bom, doce... especial!

vou partilhar convosco mas só virtualmente, peço desculpa mas não dá para ser doutra forma, rsrsrsrsrsrsrs



Huize van Wely desde 1922



Hummm,,,, são dos melhores chocolates que alguma vez saboreie! Um presente dos Deuses de alguém especial, para alguém muito dedicado, e eu, simplesmente adorei!!! Muito obrigada!

Uma tentação difícil de resistir por muito tempo, vindos especialmente da Holanda do Norte - Amesterdão, "Huize Van Wely" bouchées são chocolates artesanais, sem sabores ou aromas artificiais e sem conservantes, os melhores chocolates do mundo!

Não existem palavras para descrever os sabores e as texturas destes chocolates, são de comer e chorar por mais. 

Ontem não resistimos à tentação e partilhamos dois, "Soft Coffe e Tonka Bouchée".

São estes pequenos grandes prazeres que levamos desta vida, certo! 









12 setembro 2014

Cachecol em croché

Olá a todos! 

Para comemorar o Dia Internacional do Croché partilho convosco mais um trabalho em croché!

Lembram-se da meada "Malabrigo" Sock ? Comecei um cachecol triangular em tricot mas não gostei do resultado, por uns meses ficou esquecido na alcofa das lãs até que tivesse vontade de desmanchar.

Dá sempre jeito ter mais um cachecol, nunca são demais! 

Troquei o tricot pelo croché, gostei do resultado, esta lã tingida manualmente tem tons muito giros, é super macia, o cachecol resultou bem com um esquema muito simples. 



Já não me apetece fazer trabalhos grandes em croché, fiz mantas e xailes até à exaustão, rsrsrsrsrsrsrs, de alguns trabalhos restam as fotografias e o prazer que tive em fazer e oferecer. 

Estive a editar um álbum de fotos em jeito de resumo  dos últimos anos dedicados ao artesanato, especialmente ao croché, lá para Outubro mostro como ficou!!!

É como se termina-se um ciclo e começa-se outro! Sobre o próximo nem mesmo eu sei... tenho vontade de experimentar materiais diferentes, fazer peças só para mim, para vestir, coisas da aproximação do Outono / Inverno certamente.

Votos de um excelente fim de semana de preferência com algo nas agulhas e algum sol!

Um abraço 

xxx

Fátima

06 setembro 2014

Imagens - 2º Jogo de Lençois

Eis o resultado final!!!

Adoro este jogo de lençois de cama, o tecido foi prenda de enxoval (oferecido pelos meus pais) quando eu ainda era miúda, ao fim de tanto tempo costurei este jogo de lençois, ao bordado também antigo juntei-lhe um bordado inglês muito simples para fazer a união entre o tecido e o bordado antigo para lhe dar uma gracinha. 

Pode parecer antiquado mas gostos não se discutem, eu gosto e valorizo, este trabalho é especial porque além de ter sido feito por mim, conta uma história. 











05 setembro 2014

2º Jogo de Lençois


Lembram-se da peça de lençol de que vos falei há dias? Pois bem, depois de procurar nalgumas retrosarias antigas, descobri um bordado que é uma relíquia!

Com aspecto rústico fabricado nos anos 80 por uma fábrica portuguesa que já fechou há alguns anos.

Não foi barato é certo, o branco estava castanho devido ao tempo que esteve à venda, sempre apanhava pó e passava de mão em mão.

Depois de o lavar e passar a ferro o bordado parecia outro, de branco encardido passou a branco imaculado, com um bordado rico na cor castanho escuro, adorei o motivo floral  feito à máquina, achei que seria um grande desafio costurar este  jogo de lençois.

Ontem arranjei coragem e fiz o lençol de cima, comecei as almofadas, levei horas às voltas com o tecido a descobrir como fazer a "almofada envelope", terminei hoje depois de várias tentativas, faz e desmancha, porque foi a 1ª vez que fiz e mesmo vendo por outra o que parece fácil não é rsrsrsrsrsrsrsrsr,

Valeu a persistência... ou teimosia,  não sou pessoa de desistir, posso levar tempo mas chego lá! 

Está no estendal a secar depois de engomar mostro o resultado final!